Palatoplastia Alice – Parte 2 – Pós cirúrgico

Irei contar um pouco de como foi o pós cirúrgico da Alice em casa.

Dois dias se passaram e já estávamos em casa, Alice ainda sentido dores e tentando entender sua condição, estava nos pedindo comida, apontava para as portas dos armários, para o fogão e infelizmente sua dieta era diferente. Nesses primeiros dias sua comida era líquida e na temperatura variando entre fria e morna, após 10 dias já podia ser alimentos pastosos. Para que ela não sofresse muito, fiz várias vitaminas de frutas, caldinho de feijão, sopinhas coloridas, tudo passado no liquidificador e coado e como a gente sabe, a comida líquida é absorvida mais rapidamente, então de 2 em 2 horas eu a alimentava.

O bom dela ter um irmão, é que temos parceria nas brincadeiras e para esquecer um pouco a dor, fazíamos brincadeiras, colocava músicas, tudo era válido! A cada sorriso, palminhas e dancinhas a gente comemorava! Os primeiros dias ( lê-se  primeira semana), foram os mais chatinhos, a medicação ajudou muito a amenizar, mas na segunda segunda semana ela já estava visivelmente mais feliz, mas falante e achando graça do novo “jeito” de falar!

Passados 27 dias da cirurgia, fomos ao Centrinho para a consulta com o cirurgião e sua avaliação não poderia ser melhor! Que estava tudo ótimo, que a cicatrização estava perfeita e de fato nem se percebe que algum dia houve uma fissurinha ali!! Recebemos os parabéns porque nesse período Alice não emagreceu, até havia ganho uns 400g rsrs!

Estamos agora esperando a consulta com a fono do Centrinho, para sabermos se Alice precisará de mais acompanhamento dessa especialidade, mas segundo opinião da Fono do Niaf de Blumenau, ela não tem resquício de som anasalado, e está desenvolvendo bem sua fala, e que por ainda estar na fase bebê, precisamos esperar mais uns meses.

 

Não poderíamos estar mais felizes, somos agradecidos à todos os profissionais que nos atenderam e nos acolheram durante esse mais de um ano de tratamento.

Como eles mesmo dizem: Fizemos uma parte com amor e a outra parte por amor!!

aal.jpg

A alegria dela voltando da consulta após a cirurgia! 

❤❤❤❤❤❤

 

Grata sempre,

Signature

 

Palatoplastia Alice – Parte 1 – Cirurgia

Em novembro de 2016 a Alice realizou a cirurgia de palato no Hospital Infantil Dr. Jesé Amarante Faria na cidade de Joinville, no dia anterior tivemos as consultas com anestesista do hospital infantil e consultas com a maravilhosa equipe do Centrinho.

No dia da cirurgia, estávamos lá eu e Alice, às seis da manhã para fazer a internação e aguardar ser chamada para o centro cirúrgico, ela desconfiada e eu nervosa, mas tentando ao máximo não fazê-la perceber.

Às 9 horas fomos chamadas para irmos até o centro cirúrgico realizar a preparação e até ali havia uma mamãe que brincava e sorria com ela, até que no momento de tirar a roupinha, colocar a “camisolinha” do hospital, ela, acredito eu entendendo que alguma coisa iria acontecer…  Ela recebeu uma medicação oral e logo foi adormecendo em meus braços.. às 10 horas, entreguei minha joia preciosa para a equipe e ao me despedir dela, chorei, mas chorei copiosamente, esperei tanto por esse momento e quando enfim chegou eu percebi que não era tão forte assim… eu saí para tomar um café ( quem diz que eu tinha vontade!) mas era preciso, porque nas primeiras horas do pós cirúrgico seria impossível pensar em comer!

Quase duas horas depois, me chamaram, lá estava minha princesinha dormindo, com as talinhas no braço.. até que eu resolvo abrir a boca rsrs, pronto, ela ouviu a minha voz e foi um desespero só.. conseguimos acalmar ela ( ainda sonolenta da cirurgia) e ouvi todas as recomendações e que a cirurgia havia ocorrido bem.

Quando vi minha Alice ali dormindo, me lembrei do que a fono do Centrinho havia me falado no dia anterior, que para saber se a cirurgia havia dado certo, era só perceber o ronco da criança, e para minha alegria ela roncava lindamente! ( Sim, foi a primeira vez que achei lindo alguém roncar rsrs).

Passamos a noite no hospital e o atendimento é excelente, Alice não quis saber da mamadeira de colher e nem de comer muito, ainda estava assustada, porém dei um jeitinho dela comer, nas primeiras horas usei uma seringa dessas de dar medicação e ela aceitou e depois fomos para colher e prato de verdade, ela se sentiu mais confortável e para nós, o importante era ela ser alimentar.

Tivemos alta médica na manhã seguinte, e seguimos para casa, onde era a nítida a alegria dela em ver o pai e o irmão!

Ahhh quase ia esquecendo! Ela quase infartou o pai de emoção, pois assim que o viu, o chamou de “papai” e nós que vivenciamos com nossos fissurados sabemos como é difícil para eles falarem certas palavras!!

palatoplastia-alice

momentos antes da cirurgia! Alice e mamãe!

 

vi-e-ali

Apoio do mano Vini no pós cirúrgico foi fundamental!

Em breve contarei com o foi o pós cirúrgico em casa…

Gratidão por tudo sempre!

Signature